5 dicas de uma empreendedora que conquistou o mundo

A revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios esteve com a empresária Gircilene Castro para saber as dicas que ajudaram a Alimex a se destacar no mercado de alimentação industrial.

A mineira Gircilene de Castro, de 40 anos, foi a primeira brasileira a participar do programa 10.000 Mulheres, do banco Goldman Sachs

A mineira Gircilene de Castro, de 40 anos, foi a primeira brasileira a participar do programa 10.000 Mulheres, do banco Goldman Sachs

Sem cerimônia, ela soltou o verbo:

1. Encare os problemas de frente

“Eu vejo que alguns empreendedores têm o costume de reclamar muito e não resolver os problemas. Eles criticam, por exemplo, a falta de mão de obra. Sim, o Brasil tem mesmo um problema de falta de mão de obra, mas se voce não fizer nada a respeito nunca irá resolver essa questão. Eu percebi, por exemplo, que ter menos funcionários com uma maior qualidade é mais vantajoso do que ter vários e uma qualidade menor. Por isso, resolvi usar o dinheiro que gastaria contratando mais gente para oferecer benefícios e, assim, atrair uma mão de obra mais qualificada.”

2. Busque conhecimento

“Logo depois de fundar a Alimex, percebi que precisava de mais conhecimento em finanças. E por isso fui atrás de programas para aprender mais, para me especializar. Eu aprendi que não adianta ter determinação e força de vontade se você não tem conhecimento. Você precisa ter uma base sólida para fazer as coisas darem certo.”

3. Dê a cara para bater

“No começo, eu não tinha dinheiro para divulgar a minha empresa, então tive de improvisar. Coloquei uma pasta debaixo do braço e saí pelo meu bairro em Belo Horizonte apresentando a Alimex. Bati de porta em porta durante dois meses, até conseguir o primeiro cliente. A partir daí, as coisas decolaram.”

4. Escolha bem um parceiro

“Antes da Alimex, eu havia fundado uma outra empresa de alimentação, a GSA, com um sócio. Ele era amigo do meu marido, mas eu não o conhecia tão bem. Quando precisei me ausentar por algum tempo do negócio, ele perdeu o único cliente que tínhamos e tivemos de fechar as portas. Eu não sabia o quanto era importante conhecer o seu sócio e o quanto você precisa confiar nele. Hoje, essa é uma das principais liçoes que dou em minhas palestras.”

5. Se achar que não deve, não desista

“Seis meses depois de fechar a GSA, eu ainda sentia que devia tentar de novo. Por isso, junto com meu marido, comecei a pagar as dívidas da antiga empresa e, quase sem investimento nenhum, abri a Alimex. Foi muito suado, sofrido, mas eu nunca, nunca pensei em desistir. Eu sabia que minha ideia de negócio tinha muitas chances de dar certo. Acho que todo empreendedor de verdade é abençoado com essa determinação. Para mim, funcionou.”

Tente você também.

:)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>